REGIONAL

Achados arqueológicos nas estações Pompeia e Água Branca da Linha 6 vão de vidros e cerâmicas até galeria subterrânea

Publicado em 15/07/2022 às 10h30

por Redação

A futura Linha 6-Laranja do Metrô esconde em seu subsolo vestígios de uma cidade em plena industrialização, entre os séculos 19 e 20. Os sítios arqueológicos recém-descobertos durante as escavações das estações Água Branca, Santa Marina, Freguesia, SESC Pompeia e São Joaquim, bem como nos terrenos dos VSEs (Poços de Ventilação e Saída de Emergência) Sara de Souza e Tietê, reúnem itens de alto valor histórico, como louças variadas, cerâmicas, vidros de remédios, restos fabris e até uma galeria subterrânea.

Estação Sesc Pompeia. Foto: Reprodução/Linha Uni

Até o momento, foram encontrados nove sítios arqueológicos nas obras da Linha 6, sendo um deles na antiga quadra da escola de samba Vai-Vai e os demais em bairros como Pompeia e Água Branca, na região da Lapa. A expectativa, inclusive, é que o número de artigos descobertos aumente conforme o avanço das escavações. As novidades confluem para um resgate da memória da cidade.

Vestígios da industrialização

No entorno das futuras estações Santa Marina e Pompeia, os itens encontrados são resquícios das antigas fábricas da região, como as famosas Fábrica de Louças Santa Catharina, a Companhia Vidraria Santa Marina e “Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo. Em outro ponto da Água Branca, as escavações recuperaram peças diversas, como tampas, pratos, panelas e tigelas, além de um poço ou cisterna. Já no terreno da Estação Sesc Pompeia foram encontrados 18.695 artigos arqueológicos, desde louças, vidros e cerâmicas até uma galeria subterrânea. No VSE Sara de Souza, por sua vez, outros 33 mil objetos foram descobertos.

Foto: Reprodução/Instagram/@a.lasca.arqueologia

Todos os itens encontrados nesses canteiros de obra estão sendo encaminhados à empresa “A Lasca”, que é a responsável pelo processo de curadoria do material. Após ser higienizado e catalogado, o acervo é repassado ao Centro de Arqueologia de São Paulo (Casp).

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Le crêpier
  • La déesse de l'Abondance
  • Ufer
  • Bridge
  • Ballhaus
  • Training
  • Immediate ceasefire
  • Bats rdv
  • Sombra