REGIONAL

PMs de 18 batalhões, dentre eles Freguesia do Ó, passaram a usar câmeras em uniformes

Publicado em 13/02/2021 às 09h15

Por Redação/via G1

Policiais de 12 unidades da capital e 6 do interior estão usando equipamento com transmissão em tempo real. Em maio, estas unidades tiveram 19 mortes em confrontos. Especialistas apontam necessidade de aprimoramento, com mudança cultural.

A instalação de câmeras no uniforme de policias militares fez com que a letalidade nas ações caísse, pela primeira vez, para zero em junho de 2021 nos 18 batalhões em que o equipamento foi utilizado no estado de São Paulo. Ou seja, ninguém morreu em confrontos com policiais que estavam utilizando esse equipamento. Parte das câmeras começou a ser utilizada ano passado.

Dos 18 batalhões com câmeras nos uniformes, 12 estão na capital: são aqueles responsáveis pelo policiamento em áreas como o Centro, a Freguesia do Ó, Jaçanã, São Mateus, Itaquera, Pinheiros, Ipiranga, Paraíso, Capão Redondo e Morumbi, em todas as regiões da cidade.

Policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), que começou a utilizar as câmeras em maio deste ano, e a Rocam, que é policiamento por motos, também passaram a usar as câmeras e não registraram mortes no mês de junho.

Os outros batalhões com letalidade zero em junho estão em Guarulhos, São Bernardo do Campo, Campinas, São José dos Campos, Sumaré e Santos.

Em maio, houve 19 mortes nestes batalhões, contra 0 em junho.

Segundo a PM, as câmeras não podem ser desligadas pelos policiais e são controladas à distância, com transmissão em tempo real. Com elas, os comandantes podem acompanhar as ocorrências em diferentes regiões do estado e o dia de trabalho das equipes fica registrado, com as gravações sendo colocadas à disposição da Justiça, se necessário.

Os equipamentos são chamados de “câmera operacional portátil”, denominadas sob a sigla “COP” e flagram, além das ações dos PMs, as das pessoas que são abordadas suspeitas de cometerem crimes nas ruas.

A ouvidoria da PM acredita que a o uso das câmeras irá estimular a transparência e o bom comportamento dos agentes nas ruas.

Integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o especialista Rafael Alcadipani vê como positiva a redução da letalidade, mas afirma que é necessário investir em outras formas de diminuir a violência policial.

O professor de direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Thiago Amparo entende que as câmeras sozinhas não efetivas, mas que é necessário que haja uma mudança cultural.

O armazenamento dos vídeos custa, por mês, cerca de R$ 1,2 milhão aos cofres do estado. O governo quer comprar mais 7 mil câmeras ainda este ano.

Imagem: Reprodução/Rota, tropa mais letal da PM de SP, vai usar pela 1ª vez câmera corporal nos uniformes policiais, como mostra policial militar feminina acima de outro batalhão — Foto: Marcelo S. Camargo/Frame/Estadão Conteúdo (Arquivo) e Divulgação PM de SP

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Querschnitt
  • Sunbath
  • Run, run, run, the bullet is close to you (ou la tentative d'assassinat d'un coureur de jupons)
  • Le crêpier
  • La déesse de l'Abondance
  • Ufer
  • Bridge
  • Ballhaus
  • Training