REGIONAL

Unidade de saúde na Freguesia do Ó teme violência e roubos após demissão de seguranças

Prefeitura de São Paulo não renovou contrato com empresa responsável pelos vigilantes

Publicado às 12h

Por Gabriel Cabral

A Prefeitura de São Paulo não renovou o contrato com a empresa de segurança responsável pela distribuição de vigilantes pelas unidades de saúde da Zona Norte da cidade. O efeito do fim do contrato foi a saída de funcionários que zelam pelos locais e, agora, os outros agentes de saúde e usuários dos postos convivem com uma sensação ainda maior de insegurança e violência. Os pontos afetados já estão sem seguranças desde a última terça-feira, 31 de julho.

Na Freguesia do Ó, o Centro de Referência em Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) Nossa Senhora do Ó, na Avenida Itaberaba, teve seus dois seguranças demitidos. A unidade já foi assaltada várias vezes. Segunda a reportagem, ladrões já levaram condicionadores de ar (que mantêm testes e remédios em devidas condições), bebedouros e, recentemente, caixas de luz.

Os funcionários do centro de referência também já foram vítimas da violência. Vários deles já foram assaltados ao chegar na unidade, ainda no início do dia, no momento de abrir as portas e desarmar o alarme. Uma funcionária relatou que uma colega de equipe teve pertences levados durante o horário de almoço de um dos seguranças.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde tentou justificar que os contratos de vigilância não eram mais passíveis de renovação, segundo a lei.

“A contratação de emergência é uma excepcionalidade que deve ser adotada quando há motivos que a justifiquem. A pasta já determinou às áreas técnicas a adoção de medidas para a regularização dos serviços, bem como uma apuração interna será instaurada a fim de apurar os motivos de tal processo não ter ocorrido dentro de prazo que possibilitasse uma nova licitação, sem recorrer aos contratos de emergência. A SMS também já está adotando providências legais para que o serviço de vigilância não fique prejudicado, dentre elas a solicitação do apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e Polícia Militar (PM) na intensificação de rondas nas unidades de saúde”, diz a nota enviada à TV Globo.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Inglorious
  • Campidoglio
  • MAXXI
  • Fasanen butterfly
  • Xiomara dedicating her book "Warten auf den Regenbogen" (teNeues, 2024)
  • Xiomara duo
  • Xiomara
  • History
  • Minotaure