REGIONAL

Árvore gigante com raízes podres despenca sobre caminhão na Avenida Pompeia

Publicado em 04/11, às 10h40

Por Priscila Perez

Uma Tipuana gigante, que pesa mais de seis toneladas, caiu sobre um caminhão em plena Avenida Pompeia. O acidente ocorreu no último sábado, numa manhã ensolarada. Prensado entre as ferragens e a direção, o motorista sofreu parada cardíaca e foi reanimado pelos socorristas. Já o filho, que estava na parte de trás da cabine, saiu ileso. Com cerca de 80 anos, a árvore apresentava as raízes podres pela ação de cupins

Árvore despencou sobre caminhão. Foto: Reprodução/TV Globo.
Falta de manutenção e poda

O caso na Avenida Pompeia alerta para o risco de acidentes sem qualquer motivo aparente. Não estava chovendo nem ventando forte. Desta vez, não houve ação da natureza, e sim falta de manutenção – o que é frequentemente relatado pelos nossos leitores em suas demandas. O resultado, infelizmente, é o maior risco de queda.

O desafio para a Prefeitura é enorme, já que precisará investir em prevenção. No local, as tipuanas que ainda restam já mostram que não estão cem por cento sadias. Basta olhar as grades de metal na avenida, que estão levantando junto com as raízes.

Foto: Reprodução/TV Globo.
O que diz a Prefeitura?

A Tipuana estava saudável, e o serviço de poda já constava em seu cronograma.

Podas por fora

O munícipe vive um eterno dilema quando o assunto é poda de árvore. Impedido de resolver o problema pelas próprias mãos, ele é obrigado a recorrer à Prefeitura, pela Central de Atendimento 156. Mas aí o serviço demora para ser executado – e, às vezes, vira questão de meses. Atualmente, são 10.597 solicitações pendentes. É muito do que vemos em nosso Espaço do Leitor.

Não à toa, grupos criminosos ligados a empresas terceirizadas têm agido “por fora”, prestando o serviço pela bagatela de R$ 2 mil, já que a administração municipal não dá conta da demanda (e apenas ela pode realizar a poda de árvores). Um exemplo disso ocorreu na Vila Mariana, na zona sul da cidade, com direito a motosserra. A equipe, que era ligada a uma empresa terceirizada, cortou um coqueiro de 40 anos por conta própria, alegando problemas com cupins. A ação, entretanto, não era oficial e ocorreu sem autorização ou análise de técnicos.

Problemas deste tipo são frequentes na capital. Segundo a Prefeitura, a central156 recebe mais de 200 denúncias de corte ilegal por mês. Porém, embora a ação seja prejudicial à natureza, o valor da multa é baixo – R$ 162. Para se ter ideia, somente neste ano, essa infração rendeu R$ 181 mil em multas. Para resolver a questão, a Prefeitura argumenta que tem investido no setor. Hoje, há 100 equipes responsáveis pelo serviço de poda. Será o suficiente? Pela quantidade de reclamações que recebemos quinzenalmente, a resposta é NÃO.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Campidoglio
  • MAXXI
  • Fasanen butterfly
  • Xiomara dedicating her book "Warten auf den Regenbogen" (teNeues, 2024)
  • Xiomara duo
  • Xiomara
  • History
  • Minotaure
  • Nerea