NOTÍCIAS EM DESTAQUE REGIONAL

Decisão da nova Ceagesp fica para junho

Governo analisa quatro projetos da iniciativa privada

Publicado às 9h20

Com informações do G1

Em meio às mudanças no primeiro escalão no governo paulista, a decisão sobre o novo endereço da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) deve ficar mesmo para em junho. A notícia veio da Secretaria de Agricultura do Estado.

A quinta proposta

Enquanto o governo analisa os projetos da iniciativa privada, alguns permissionários que trabalham no entreposto defendem modernização do local, instalado na Vila Leopoldina desde os anos 1960. Trata-se de uma proposta que não chegou a ser apresentada ao Governo de São Paulo, mas é defendida por seis sindicatos que atuam na Ceagesp. Para eles, é possível revitalizar a central e mantê-la no bairro.

“Podemos verticalizar estacionamento, verticalizar áreas de comercialização, com infraestrutura elétrica pra poder ter câmara frigorífica, pra melhorar o abastecimento e a armazenagem dos produtos. E com isso melhorar a qualidade e diminuir o preço do produto”, afirma Hilton Piquera, diretor do Sindicato dos Comerciantes Atacadistas de Hortifruti e Pescados em Entrepostos do Estado de São Paulo.

Segundo ele, o deslocamento do entreposto para fora da cidade vai prejudicar o varejo. “Vai acabar essa qualidade que tem de o pessoal vir comprar.”

Ceagesp em números

Hoje, o entreposto movimenta cerca de 20 mil veículos e 40 mil pessoas, totalizando mais de 3 toneladas de produtos comercializados ao ano.

Propostas

Os estudos apresentam dados sobre como cada localização pode contribuir para melhorar o tráfego na cidade de São Paulo com a transferência gradativa do atual entreposto na Vila Leopoldina.

1) Companhia Paulista de Desenvolvimento (CPD): terreno de 2 milhões de m² na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, na junção dos trechos Norte e Oeste do Rodoanel. A proposta é operar com área construída de 482 mil de m². Investimento necessário previsto: R$ 1,3 bilhões.


2) Ideal Partners: imóvel em Santana do Parnaíba com 4 milhões de m² e sugestão de operar com área construída de 1 milhão de m². O acesso é pelo Rodoanel Oeste e rodovias Castello Branco e Anhanguera. Investimento necessário previsto: R$ 2,2 bilhões.


3) FRAL: terreno na Lagoa de Carapicuíba, em Barueri, próximo a Osasco, também com acesso pelo Rodoanel Oeste, com 1,9 milhão de m² no total e área construída sugerida de 864 mil m². Investimento necessário previsto: R$ 2,3 bilhões.


4) NESP: área com 4 milhões de m² no km 26 da Rodovia dos Bandeirantes, com acesso pelo Rodoanel Oeste. A área construída não foi especificada. Investimento necessário previsto: R$ 1,5 bilhões.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Campidoglio
  • MAXXI
  • Fasanen butterfly
  • Xiomara dedicating her book "Warten auf den Regenbogen" (teNeues, 2024)
  • Xiomara duo
  • Xiomara
  • History
  • Minotaure
  • Nerea