REGIONAL

Apreensões de mercadoria ilegal na CPTM cresce 117% em três anos e Linha Rubi lidera ranking

De janeiro a maio deste ano foram registradas mais de 33 mil apreensões nos trens de São Paulo

Publicado às 9h05

G1 São Paulo

As apreensões de mercadorias ilegais vendidas por ambulantes nos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) cresceram 117% em três anos em São Paulo.

De janeiro a maio de 2019 foram registradas 33.303 apreensões, contra 15.343 no mesmo período de 2016. Na comparação com os mesmos meses de 2018, a alta foi de 59% (de 20.901 para 33.303).

A linha campeã de apreensões em 2019 foi a 7-Rubi (Luz/Jundiaí), com 9.428 casos. Na sequência estão a 12-Safira (Brás/Calmon Viana), com 7.510, e a 8-Diamante (Júlio Prestes/Amador Bueno), com 7.175.

Em nota, a CPTM afirmou que as equipes de segurança fazem rondas diárias nos trens e estações para coibir o comércio ilegal. Quando um infrator é flagrado, ele tem a mercadoria apreendida e perde o direito à viagem. Veja a íntegra da nota:

“A CPTM reconhece a dificuldade de trabalhadores que perderam emprego, mas lembra que o decreto que regulamenta o transporte ferroviário considera ilegal o comércio ambulante nos trens e estações.

A CPTM tem ampliado a fiscalização contra o comércio ilegal, o que levou a um aumento no número de apreensões. Também foram intensificados os Avisos Públicos nos trens e estações e as campanhas nas redes sociais, alertando sobre os riscos da compra de mercadoria comercializada irregularmente.

A venda de produtos sem origem comprovada pode estar associada a crimes como contrabando, roubo de cargas e furtos por exemplo.

As equipes de segurança da CPTM promovem rondas diárias nos trens e estações para coibir o comércio irregular. O infrator flagrado tem a mercadoria apreendida e perde o direito de viagem.

A solução do problema também passa pela conscientização dos passageiros, que não devem comprar dos ambulantes e podem denunciar o comércio ilegal pelo SMS-Disque Denúncia, no celular 9 7150-4949.

O serviço de mensagens funciona 24 horas por dia e garante o anonimato do denunciante e agilidade na denúncia.

Os produtos perecíveis, como iogurtes, sorvetes, etc. são destruídos no momento da apreensão. Os piratas ou aqueles que estão com o prazo de validade vencido são encaminhados às delegacias, juntamente com o infrator. Já os itens que estão dentro do prazo de validade são destinados às prefeituras ou Fundo Social de Solidariedade”.

Apreensões de mercadorias ilegais nos trens da CPTM em São Paulo. Foto: Reprodução/GloboNews

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Inglorious
  • Campidoglio
  • MAXXI
  • Fasanen butterfly
  • Xiomara dedicating her book "Warten auf den Regenbogen" (teNeues, 2024)
  • Xiomara duo
  • Xiomara
  • History
  • Minotaure