REGIONAL

Doria promete polo tecnológico na área ocupada pela Ceagesp até 2020

Prefeito não disse, porém, se o entreposto, que fica na Vila Leopoldina, Zona Oeste, vai para terreno próximo ao Rodoanel

Publicado às 11h

G1 São Paulo

O prefeito João Doria (PSDB) afirmou em redes sociais nesta quarta-feira (21) que a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) vai mudar de lugar e a atual área, na Vila Leopoldina, na Zona Oeste da capital, vai abrigar o Centro Internacional de Tecnologia e Inovação (SP CITI) até 2020.

Apesar do anúncio, o tucano não confirmou se a Ceagesp migrará para região próxima ao Rodoanel.

“Conforme já anunciado, depois de mais de 20 anos de idas e vindas, o CEAGESP (CEASA) vai mudar de lugar. A área de 600 mil m2 hoje ocupada na Vila Leopoldina, Zona Oeste de SP, abrigará futuramente o SP CITI, Centro Internacional de Tecnologia e Inovação”, disse em texto publicado no Twitter e no Facebook.

“O mundo está mudando a cada segundo, se o poder público não fizer a sua parte, dando suporte à economia criativa e inovação, ficaremos estacionados. Trabalhamos para inserir cada vez mais nossa cidade na nova economia digital”, afirmou.

Em dezembro de 2016, o ex-prefeito Fernando Haddad assinou decreto que autorizava grupo de produtores e comerciantes a apresentar um projeto para a mudança da Ceagesp do atual terreno na Vila Leopoldina para a região de Perus, na Zona Norte da capital.

O grupo Nesp, formado por 25 produtores e comerciantes, quer construir uma nova sede para o entreposto de armazéns em uma área de mais de 4 milhões de metros quadrados.

A desativação do atual entreposto é um desejo antigo do ex-prefeito de São Paulo, que afirmava que a mudança vai tirar os 14 mil veículos – boa parte caminhões- da região da Ceagesp, melhorando o trânsito e diminuindo a poluição.

O bairro de Perus é considerado estratégico por estar perto do Rodoanel e também de ferrovia.

Moradia popular x polo tecnológico

Em março de 2017, Doria descartou habitação popular anunciada por Haddad e prometeu o CIT.

O ex-prefeito petista chegou a dizer que o terreno seria destinado a um projeto de urbanização envolvendo empreendimentos imobiliários, incluindo habitação popular.

“Já está definido [o polo tecnológico], com o apoio do governo federal e estadual. Teremos inclusive uma Fatec, uma faculdade de tecnologia que será instalada ali e todo um campus para empresas de tecnologia”, disse o prefeito. Doria descartou a hipótese de construir moradia popular no terreno. “Habitação popular, ali não é o lugar”.

 

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Campidoglio
  • MAXXI
  • Fasanen butterfly
  • Xiomara dedicating her book "Warten auf den Regenbogen" (teNeues, 2024)
  • Xiomara duo
  • Xiomara
  • History
  • Minotaure
  • Nerea