REGIONAL

Volta às aulas: ação de trânsito prioriza colégios particulares em Perdizes, Pompeia e Vila Romana

Publicado em 30/o1, às 11h25

Por Priscila Perez

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) preparou uma série de ações para conscientizar motoristas e pedestres durante o início do ano letivo. Mas não foram os mímicos que mais chamaram atenção do público, e sim a prioridade dada pela Prefeitura à rede particular, com foco em bairros nobres da capital, como Higienópolis, Jardim Paulista e Vila Mariana.

Ação educativa na região dos Jardins. Foto: Reprodução/Zanone Fraissat/Folhapress

A operação de volta às aulas, que também prevê ajustes semafóricos e fiscalização local, beneficiará 68 escolas particulares contra 24 municipais e 14 estaduais. Em nossa região, apenas os colégios Santa Marcelina e São Domingos, em Perdizes; Módulo, na Vila Romana; e Sagrado Coração de Jesus, na Pompeia, foram contemplados com a ação da CET, que justifica a escolha citando critérios como fluidez, impacto da atividade escolar no trânsito e quantidade de veículos e de alunos na região. Além deles, o Sesi da Leopoldina, na Rua Carlos Weber, consta na seleta lista da operação, focada na zona oeste. Ou seja, a região noroeste acabou ficando de fora.

Por aqui, nem mesmo a tradicional Escola Municipal Desembargador Silvio Portugal, em Pirituba, próximo à Avenida Mutinga, foi beneficiada com a operação, embora movimente bastante o trânsito local durante a entrada e saída de alunos. Colégios como Canello Marques e Miranda, que são tradicionais na região noroeste, também poderiam receber ações similares ao longo do ano com o objetivo de conscientizar a população, sobretudo os motoristas, sobre a melhor conduta em locais com fluxo constante de veículos e pedestres. Tudo para evitar filas duplas e congestionamentos.

A CET, entretanto, destaca que não há distinção entre escolas públicas ou particulares. “As ações têm com foco a segurança viária e a fluidez do trânsito. O fato de serem escolas particulares ou públicas não figura dentre os critérios.”

Por mais segurança
Colégio aguarda melhorias na sinalização. Foto: Street View.

Em dezembro, uma mãe de aluno requisitou junto ao jornal melhorias de sinalização (lombada e faixa de pedestres) no entorno do Colégio Miranda, na Rua Cel. José Rufino Freire, cuja solicitação já havia sido enviada à CET em abril de 2018. “Não há sinalização em nenhum dos três prédios do colégio. Já efetuamos o pedido de revitalização e melhoria da sinalização, mas o serviço ainda não foi realizado.” Na época, o órgão salientou que havia um projeto de revitalização para o endereço, mas a execução dependeria de um cronograma baseado em escala de gravidade. “É muito descaso”, salientou a leitora Elaine Gatti Cola.

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • Le crêpier
  • La déesse de l'Abondance
  • Ufer
  • Bridge
  • Ballhaus
  • Training
  • Immediate ceasefire
  • Bats rdv
  • Sombra