REGIONAL

Greve de caminhões afeta abastecimento da Ceagesp

Mamão, batata e melancia enfrentam problemas no transporte

Publicado às 9h35

Folha de São Paulo

A greve de caminhoneiros, que chega ao quarto dia com protestos em todo o país, já começa a afetar o abastecimento da maior central de abastecimento de frutas, legumes, verduras, flores e pescados da América Latina, localizada na Vila Leopoldina.

Até o momento, a Ceagesp tem recebido em menor quantidade mamão, melão, batata, manga e melancia, que vêm de fora do estado. O mamão, por exemplo, é trazido do Espírito Santo. Já a batata vem do Paraná. Do nordeste, recebemos a manga (Bahia) e o melão (Rio Grande do Norte). A melancia, por sua vez, vem de Goiás.

Por outro lado, o transporte de verduras e frutas cítricas do interior de São Paulo até a Ceagesp segue regular.

Paralisação de caminhoneiros afeta abastecimento da Ceagesp
Paralisação afeta abastecimento da Ceagesp/Foto: Agência Brasil
Alta nos preços – abastecimento comprometido

Segundo Flávio Godas, economista da Ceagesp, ainda não houve aumento nos preços porque a demanda também foi afetada. “A tendência seria um aumento exorbitante de preços, mas isso não aconteceu porque o comprador que quer levar o produto para fora do estado também não está conseguindo.”

Folha Noroeste

Somos o maior prestador da região Noroeste, com mais de 100 mil exemplares impressos a Folha do Noroeste tem se destacado pelo seu comprometimento com a Noticia e tem ajudado a milhares de pessoas a divulgar os problemas do cotidiano de nosso bairro.

Adicione Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Video

Uniquely strategize progressive markets rather than frictionless manufactured products. Collaboratively engineer reliable.

Flickr

  • back duo
  • trio xxi
  • decisive
  • boyau
  • Jerusalem's chimera
  • Jorg
  • Ulli
  • Inglorious
  • Campidoglio